22.7 C
New York
Thursday, October 6, 2022

Buy now

spot_img

Chegaram as bolas de café que vão mudar para sempre a forma como fazemos a bebida em casa – NiT

Chegaram as bolas de café que vão mudar para sempre a forma como fazemos a bebida em casa

A retalhista suíça Migros acaba de lançar umas cápsulas esféricas à base de algas que querem pôr fim à utilização de cápsulas.

Promete revolucionar a indústria.

Da Suécia ao Vietname, dos Estados Unidos ao Japão — o café é apreciado em todas as latitudes. Afinal é a bebida mais consumida no mundo, depois da água. Quanto à sua preparação, existe um leque gigante de opções, mas uma delas ganhou um enorme destaque nos últimos anos graças à popularidade das máquinas de cápsulas. Se tem uma, deve calcular quantas utiliza por dia. E será que tem o cuidado de as abrir e retirar o café utilizado para que se possa decompor? Provavelmente nem sabia que era possível fazê-lo, o que significa que muitas vezes as cápsulas acabam inteiras nos caixotes do lixo, ou na melhor das hipóteses, da reciclagem.

A cada ano que passa, bilhões de cápsulas de alumínio e plástico terminam em aterros sanitários. O reverso da medalha desta forma muito prática e rápida de preparar um café. Numa época em as pessoas estão mais preocupadas com o ambiente e em fazer escolhas sustentáveis, esta acumulação de quilos de pequenas embalagens não biodegradáveis não combina.

A pensar nisso e em possíveis alternativas, a Migros — uma das maiores cadeias de supermercados da Suíça com sede em Zurique — anunciou este terça-feira, dia 6 de setembro, a criação de um “sistema de café revolucionário que é tão simples e aromático quanto o de uma cápsula”.

Volvidos 36 anos sobre o lançamento das cápsulas de café no mercado pela conhecida marca Nespresso, da Nestlé, a subsidiária Delica (do grupo helvético Migros) ambiciona agora revolucionar o mundo do café ao apresentar o Coffe B.

A diferença? Não precisa necessariamente de um cartucho, ao contrário do que acontece com a rival. Em vez disso, a máquina tem um sistema totalmente livre de cápsulas que funciona com uma bola de café totalmente compostável. O desperdício fica assim longe da nova equação e evitam-se as milhares de toneladas de resíduos que são produzidas a cada ano.

A máquina usa uma bola de café totalmente compostável.

As bolas de café são envoltas numa fina capa sem sabor à base de algas marinhas que a Delica patenteou em todo o mundo, confere ao café a estabilidade necessária, ao mesmo tempo que forma uma barreira ideal contra o oxigénio e preserva o seu aroma. “Com o CoffeeB, a Migros combina o que não era possível até agora: uma experiência completa de sabor, conveniência do usuário e desperdício zero”, explicou o presidente da Cooperativa Migros, Fabrice Zumbrunnen, em comunicado.

A sustentabilidade do sistema CoffeeB vai além das bolas de café totalmente compostáveis, já que a máquina é também ela, em grande parte, fabricada com materiais reciclados, e os grãos provenientes de cultivo sustentável. Os consumidores podem escolher entre uma seleção de oito tipos de cafés diferentes, que são vendidos em embalagens recicláveis.

A gama foi já lançada na Suíça e em França e prevê-se ainda o lançamento na Alemanha no início de 2023. Neste momento, a máquina custa cerca de 155€ e cada embalagem de nove bolas de café não chega aos 5€.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Siga-nos

0FãsCurtir
3,514SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Atrasados