Brasil aprova a compra da Activision Blizzard pela Microsoft

0
24

Brasil é o mais recente país a aprovar a aquisição da Activision Blizzard por parte Microsoft. O anúncio dos reguladores aconteceu algumas semanas depois da Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido (CMA) decidir iniciar as investigações da Fase 2, pois tinha algumas preocupações antitruste significativas.

Nas suas considerações finais em documento recentemente publicado, o governo brasileiro disse acreditar que a aquisição não traz riscos significativos à concorrência e, portanto, a fusão foi aprovada sem restrições. O Brasil segue assim a Arábia Saudita na aprovação do acordo.

O Conselho Administrativo de Defesa Económica (CADE), que redigiu o documento, examinou os impactos que a aquisição teria e, principalmente, a inclusão da franquia Call of Duty. Em última análise, descobriu que, mesmo que Call of Duty se torne um exclusivo Xbox, não representaria um risco para a concorrência. Também reiterou que o CADE atua no interesse dos consumidores brasileiros, não de concorrentes específicos, como a Sony.

Brasil dá luz verde para a compra da Activision Blizzard pela Microsoft

Com a aprovação do negócio pelo Brasil, significa que a Microsoft não terá problemas para vender jogos da Activision Blizzard dentro do país no futuro. A empresa precisará de obter a aprovação de todos os países onde deseja vender os seus produtos da Activision Blizzard.

Países como o Reino Unido, que têm problemas com o acordo, terão que ser negociados até que ambos os lados estejam satisfeitos. Se nenhum avanço for feito, países individuais poderão bloquear produtos associados.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui